Unlocker Portable

Unlocker Portable 1.9.0

Desbloqueia e apaga arquivos protegidos

O Unlocker Portable é a arma perfeita para dar o adeus definitivo aos arquivos bloqueados. Prático, portátil e grátis. Ler descrição completa

PRÓS

  • Interface intuitiva e funcionamento simples
  • Acesso fácil através do menu de contexto do Windows
  • Grátis e portátil
  • Em português

CONTRAS

  • Não inclui funções avançadas

Excelente
9

O Unlocker Portable é a arma perfeita para dar o adeus definitivo aos arquivos bloqueados. Prático, portátil e grátis.

Apagar um arquivo do computador nem sempre é uma tarefa simples. Às vezes você tenta eliminar algum e dá de cara com uma mensagem que diz que não é possível. As causas para um elemento ficar bloqueado podem ser muitas, mas para liberar há uma solução muito eficaz e portátil: o Unlocker Portable.

O Unlocker Portable detecta quais aplicações e processos mantêm bloqueado um arquivo concreto. O Unlocker Portable analisa a situação e libera o elemento para que possa ser apagado sem problemas e com a máxima garantia.

O processo para desbloquear qualquer arquivo é simples. Selecione o elemento que você quer eliminar e clique sobre ele com o botão direito do mouse para acessar o menu de contexto do Windows.

Clique em "Unlocker" para abrir o programa e escolha se quer apagar, renomear ou mover. Com o Unlocker Portable os avisos de que é impossível apagar algum elemento do computador não vão mais fazer sentido.

Unlocker Portable

Download

Unlocker Portable 1.9.0

— Opinião usuários — sobre Unlocker Portable

  • PauloCedraz

    por PauloCedraz

    "Unlocker Portable"

    Exelente cumpre o que promete 100% podem baixar e usar sem receio, facil de ser usado, podendo realmente ser carregado e... Mais.

    escrito em 6 de maio de 2010

  • RICARDO MARTINS

    por RICARDO MARTINS

    "TE DIGO QUE ESPERIMENTEI MUITOS MAS IQUAL A ESTE SÓ ESTE. "

    ÓTIMO, POIS ESPERIMENTEI MUITOS, MAS IQUAL NÃO TEM COMPARAÇÃO, POIS EU TINHA UM ARQUIVO QUE NÃO EXCLUIA DE MANEIRA MENHU... Mais.

    escrito em 20 de fevereiro de 2010